FacebookTwitter

Sobre o evangelismo

By on jul 26, 2014 in Coisas do Alto, Igreja |

Share On GoogleShare On FacebookShare On Twitter

É interessante pensarmos que o evangelismo deveria ser algo natural em nossa vida. Se nós temos a vida eterna e a resposta para as ansiedades da humanidade, por que evangelizar não é algo que fazemos com naturalidade?

Talvez parte da nossa dificuldade tenha a ver com o fato de vivermos duas vidas diferentes. Não quanto ao comportamento, na ética ou na moral. Mas na nossa linguagem e conjunto de assuntos que conversamos com as pessoas que estão próximas de nós.

Imagine uma situação onde você levou uma tremenda fechada no trânsito, quase bateu o carro, mas conseguiu desviar em cima da hora. Isso aconteceu no caminho do trabalho, e você contou a um colega assim que entrou no escritório: “Eu estava vindo para cá em um desgraçado me fechou no trânsito. Foi por muito pouco, consegui desviar em cima da hora. Ainda bem que eu havia trocado os pneus na semana passada”. No mesmo dia, à noite, você tem o encontro de sua célula. Você conta a seus irmãos na reunião: “Deus me deu um livramento incrível hoje. Quase bati o carro mas senti como que um anjo tomando o volante e desviando o carro em cima da hora. Deus é fiel, não é mesmo?”

Essa nossa vida dupla faz com que nossos amigos não saibam sobre o nosso relacionamento com Deus. O evangelismo por amizade, que é o que pretendemos com a célula, deve ser precedido pela revelação, aos nossos amigos, de que Deus, para nós, é mais que uma energia positiva. É um Deus pessoal, que se relaciona conosco a cada momento.

Estamos acostumados em pensar que testemunho é não mentir, não roubar, ser honesto no nosso trabalho e transparente nos nossos relacionamentos. Mas isso não necessariamente aponta para a obra de Deus em nossa vida. Isso tem que ser explícito. Quando deixamos claro que todas estas virtudes (que Deus trabalha em nosso caráter) são fruto de nosso relacionamento com Deus, estamos – finalmente – testemunhando. Ser testemunha é falar da transformação que Deus faz em nossa vida a cada dia. Testemunhar é mostrar que Deus é presente e atuante em todas as áreas da nossa vida – emocional, financeira, saúde, etc.

Com o tempo, e conforme a ação de Deus na vida de nossos amigos, eles naturalmente nos procurarão para saber como ter um relacionamento com Deus. Seja por uma dificuldade na família, vazio interior, ou mesmo por curiosidade. Assim teremos a oportunidade de falar sobre o amor de Deus, e que todos podem se relacionar diretamente com Deus. Isso é evangelismo.