FacebookTwitter

Sobre o jantar e o estudo da Bíblia

By on nov 8, 2015 in Coisas do Alto | 4 comments

Share On GoogleShare On FacebookShare On Twitter

Nestes tempos em que a discussão sobre pratos gourmet está na moda, considere a seguinte situação: sua família viajou, e você ficou sozinho em casa. Sabendo disso, eu o convido para jantar em minha casa. Você chega, jantamos juntos, conversamos por uma meia hora sobre temas diversos enquanto tomamos um café, e você vai para a casa, satisfeito pela comida e pela atenção que recebeu. Simples. Talvez até isso já tenha acontecido com você.

jantar

Porém, imagine que durante o jantar eu começo a contar os detalhes sobre a preparação. Eu conto que liguei para sua família para saber o tipo de comida que você gosta, e o ponto da carne. Explico que o tempero usado na carne é indiano, e só é encontrado em casas especializadas. É esse tempero que dá o sabor diferente. O macarrão foi feito em casa, com uma farinha de trigo que um amigo trouxe da Itália. A salada foi feita de folhas que comprei hoje cedo em uma feira de produtos orgânicos – sem agrotóxicos.

Na sobremesa, o pudim é uma receita muito antiga, que minha família mantém como tradição para receber pessoas especiais. O café foi feito de grãos da Costa Rica, moídos na hora. E termino dizendo que a louça que está à mesa só é usada em ocasiões específicas, como a Ceia de Natal e Ano Novo.

Como você se sentiria? Teria coragem de sair rápido após o jantar? Como seria a nossa conversa durante o café? Você ficaria lisonjeado? Envergonhado?

Assim é conosco no nosso relacionamento com Deus. A Bíblia é clara em declarar que para sermos salvos, precisamos apenas “crer no Senhor Jesus Cristo (Atos 16)”, “invocar o seu nome” (Romanos 10) e “nascer de novo (João 3)”. Nada mais é necessário. É como o jantar. Estamos alimentados, satisfeitos. Nada mais é necessário.

Porém, quando começamos a estudar a Bíblia, descobrimos que há muitos detalhes na história deste jantar. Como ele foi feito? Qual o esforço? De onde veio a louça? Por que tem esse gosto? Quais temperos foram usados? Quanto tempo levou? Quanto custou? Por que foi oferecido para mim? Por que é tão pessoal? Eu realmente mereço isso?

Não se conforme apenas em ser salvo. Estude a Bíblia, conheça Deus, conheça a história da sua salvação. Conheça os motivos, os meios, os significados. Você vai se sentir muito mais amado, especial, único! Vai conhecer mais sobre Deus, sobre o seu amor, sobre como Ele se relaciona com as pessoas e sobre como Ele quer se relacionar com você.

Conheça o chef que preparou o jantar para você. Ou você vai querer sair antes da sobremesa?